Paraná determina toque de recolher das 20h às 5h e muda horários do comércio, a partir de sexta-feira (28)

O Governo do Paraná publicou um novo decreto, nesta terça-feira (25), ampliando o toque de recolher e restringindo serviços não essenciais em todo estado.

As novas regras começam a vigorar às 5h de sexta-feira (28) e valem até às 5h do dia 11 de junho, podendo ser prorrogadas.

Segundo o texto, o toque de recolher e o período de proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo passam a valer das 20h às 5h.

comércio e as atividades não essenciais continuam proibidos de funcionar aos domingos. Essa medida se aplica a restaurantes, shopping centers e academias.

Nos outros dias da semana, o comércio de rua, galerias, centros comerciais e estabelecimentos de prestação de serviços não essenciais em municípios com mais de 50 mil habitantes poderão abrir ao público das 9h às 18h, com 50% de ocupação.

Aos domingos e fora desses horários, durante a semana, só será permitido o atendimento na modalidade delivery.

Cirurgias eletivas suspensas

O secretário da Saúde também informou nesta terça-feira que foi publicada uma nova resolução a respeito das cirurgias eletivas em toda a rede hospitalar do Paraná.

De acordo com o governo, a resolução foi tomada após o aumento no número de casos da Covid-19, além da alta taxa de ocupação dos leitos exclusivos para atendimento à doença no estado.

medida terá validade de 30 dias, a partir de quarta-feira (26). O documento reforça que os procedimentos de cardiologia, oncologia, nefrologia, e demais exames e procedimentos considerados de urgência e emergência, não serão afetados.

Novas regras do decreto

 

Atividades que funcionam com restrições:

  • Academias de ginástica para práticas esportivas individuais e/ou coletivas: funcionam das 6h às 20h, com limitação de 30% de ocupação;
  • Shopping centers: abrem das 11h às 20h, com limitação de 50% de ocupação;
  • Restaurantes, bares e lanchonetes: funcionam das 10h às 20h, com limitação da capacidade em 50%, permitindo-se o funcionamento durante 24 horas apenas por meio da modalidade de entrega. Nos domingos fica vedado o consumo no local, permitindo-se o funcionamento apenas por delivery.
  • Demais atividades e serviços essenciais, como farmácias e clínicas médicas: abrem sem qualquer limitação de horário, durante todos os dias da semana, inclusive aos finais de semana;
  • Museus: funcionam das 10h às 20h, com limitação de 50% de ocupação.
  • Supermercados: abrem das 8h às 20h, com limitação da capacidade em 50%, permitindo-se o funcionamento durante 24 horas apenas por meio da modalidade de entrega.

 

Atividades que permanecem proibidas:

  • Casas de shows
  • Circos
  • Teatros e cinemas
  • Casas de festas, de eventos, incluídas as com serviços de buffet
  • Mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções
  • Casas noturnas e correlatos
  • Reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

 

As práticas religiosas devem atender a resolução da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), publicada em 26 de fevereiro, que orienta templos, igrejas e outros espaços a adotarem, preferencialmente, o formato virtual.

Em casos de atividades presenciais, os locais devem respeitar o limite de 35% da ocupação.

  • Fila de espera por leitos hospitalares no Paraná volta a ter mais de 1 mil pacientes

 

 

 

 

COM INFORMAÇÕES G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *