domingo , 29 março 2020
Home / Mandaguaçu / Prefeitura de Mandaguaçu fecha comércio por 15 dias

Prefeitura de Mandaguaçu fecha comércio por 15 dias



Veja as medidas preventivas adotadas pelo executivo sobre o novo Coronavírus

O comércio de Mandaguaçu fechará as portas a partir de amanhã (20) até dia 05 de abril de 2020. A suspensão das atividades se deve ao estado de emergência que o país se encontra por conta da pandemia do Coronavírus (COVID-19). Apenas supermercados, farmácias, postos de combustíveis e o serviço de Saúde poderão permanecer em funcionamento.

Em Maringá, o prefeito Professor Maurício Índio participou de uma reunião com prefeitos e secretários na tarde de ontem (18). O tema tratado foi o combate ao coronavírus e as medidas que devem ser adotadas para proteger a população contra a doença. Apesar de Mandaguaçu não ter nenhum caso registrado da doença, o município se uniu aos demais em busca de medidas preventivas.

Ilustração feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, mostra a morfologia do novo coronavírus, conhecido cientificamente como 2019-nCoV — Foto: Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/Handout via Reuters

Na sequência, o prefeito se reuniu com os secretários de Mandaguaçu, além de representantes da Associação Comercial de Mandaguaçu (ACIMAN) e autoridades locais, para discutir as ações contra a disseminação e prevenção desta doença. As medidas definidas de enfrentamento ao coronavírus terão validade, inicialmente, por 15 dias.

“Sabemos que o fechamento do comércio causará impacto em nossa economia. No entanto, a doença já chegou a Maringá. O primeiro caso foi notificado ontem e precisamos nos unir para proteger a população. As medidas são necessárias e indispensáveis pelo alto risco de transmissão. Estamos vivendo um momento muito delicado e precisamos contar com a compreensão de todos”, destacou o prefeito Professor Maurício Índio.

O que abre: Os serviços considerados essenciais.

COMÉRCIO

• Supermecardos: os mercados e supermercados funcionarão normalmente, mas haverá limitação de número de pessoas por período no interior de cada estabelecimento para evitar aglomerações. As quantias de produtos também serão controladas para que não ocorra esvaziamento das prateleiras e falta de produtos essenciais.
• Restaurantes, lanchonetes, padarias, açougues: podem funcionar de portas fechadas, apenas atendendo delivery. Empresas que não sejam do ramo alimentício também podem atender delivery.

• Farmácias: funcionamento normal.

INDÚSTRIA

• Indústria: haverá expediente, mas ainda não há protocolo sobre mudanças de horário, funcionamento e orientação aos servidores, visto que o expediente não pode gerar aglomerações.

ÓRGÃOS PÚBLICOS

• Prefeitura: todos os setores com possibilidade de execução dos serviços internos funcionarão normalmente. Mas sem atendimento direto ao público. Ou seja, para ter acesso aos serviços será necessário entrar em contato com o setor por telefone ou e-mail. Os dados estão disponíveis no site www.mandaguacu.pr.gov.br. Mas não haverá oferta no serviço de frota e nem no departamento de Obras.

• Educação: aulas suspensas. Nenhuma instituição de ensino pública ou privada funcionará presencialmente a partir do dia 20.

• Coleta de lixo orgânico: funcionará normalmente. No entanto, pede-se à população que faça descarte consciente.

O que NÃO abre:

• Academias, escolas, bares, comércios em geral (serviço de delivery funciona normalmente), parques municipais, feiras ao ar livre, clubes, associações, e restaurantes (serviço de delivery também funciona normalmente).

O que acontece em caso de descumprimento?

Quem insistir em abrir o comércio e desrespeitar o decreto municipal de fechamento pode receber multa de R$ 5 mil. Caso ocorra reincidência: a multa é de R$10 mil e, se houver nova reincidência, o alvará do estabelecimento será cassado.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Sobre leivid

CEO na SIGLOC (Empresa de Sistema de Gestão) e criador responsável pelo site de Mandaguaçu e página no facebook.


Veja Também

REUNIÃO ORDINÁRIA DOS MORADORES DO CONJUNTO IPÊ I, II E IBC

No dia 7 Março houve uma reunião de moradores, no Bairro Jardim Ipê, onde estiveram ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *