PREÇO DA GASOLINA PODERÁ SOFRER REAJUSTE DE ATÉ 12% NOS PRÓXIMOS 15 DIAS

O preço da gasolina na bomba deve sofrer um reajuste de até 12% nos próximos 15 dias, influenciado pelo desempenho do custo do barril do petróleo nos mercados interno e externos. A previsão é da Ativa Investimentos que também estima que o aumento pode ser aplicado de forma fracionada, ou seja, parcelado em duas vezes. Desde que a Petrobras retomou a política de seguir os preços internacionais, em 2016, aumentou a previsibilidade de seus reajustes, diz Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos.

A consultoria também estima que o reajuste na refinaria terá impacto no IPCA (Índice de Preços do Consumidor Amplo) de março. Nesta sexta-feira (5), o barril do petróleo girava em torno de US$ 60 (R$ 323,02). O presidente Jair Bolsonaro abriu uma reuniu na manhã da última sexta-feira (05) no Palácio do Planalto com ministros e o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para discutir o preço dos combustíveis no país. A disparada no preço dos combustíveis preocupa o Palácio do Planalto. Gasolina e diesel caros são considerados, politicamente, ruins para a popularidade do governo. Além disso, preços altos podem significar um entrave para setores que dependem de transporte, ainda mais neste momento em que a economia ainda sofre para retomar o crescimento.

 

 

Fonte: R7/G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *