terça-feira , 20 novembro 2018
Home / Mandaguaçu / Feito Brasil é eleita empresa do ano pelo Prêmio ABRE

Feito Brasil é eleita empresa do ano pelo Prêmio ABRE



 

A fabricante de cosméticos paranaense Feito Brasil foi a vencedora da última edição do Prêmio ABRE, realizado pela Associação Brasileira de Embalagem, em duas categorias – Melhor Design Gráfico em Cosméticos e Empresa do Ano.

A primeira premiação foi concedida à coleção Jardim das Luzes, edição limitada de três sabonetes com propostas decorativas – efeito holográfico, luminoso e metalizado –, que aparecem refletidas nas carapaças de insetos estampados nas embalagens. Lançadas no Natal de 2017, elas foram criadas pela diretora de arte da Feito Brasil, Elisa Riemer, e inspiradas pelo brilho das luzes de fim de ano.

Segundo a ABRE, o troféu de Empresa do Ano se baseou nos 14 anos de história em que a Feito Brasil assumiu o compromisso de trabalhar com matérias-primas tipicamente brasileiras e um modelo de gestão que valoriza a natureza e as mulheres.

Em seu discurso durante a premiação, a fundadora da Feito Brasil, Lena Peron, reafirmou as razões de sua escolha de manter a produção artesanal, sustentável e apoiada por uma rede de fornecedores locais. “Claro que ainda temos muito o que evoluir e olhamos para as empresas que concorreram conosco como inspirações”, disse ela. “Mas a premiação é um reconhecimento de que podemos fazer produtos tão bons quanto as grandes marcas, em menor escala, mas sem abrir mão daquilo que nos diferencia como instituição”.

Atualmente, a Feito Brasil tem 28 funcionários que fabricam mais de 70 diferentes produtos e uma média de 21 mil itens todos os meses. Eles são comercializados na rede Sephora – através dos canais de e-commerce, lojas e pop-up shops – Drogarias Onofre, SPAs de luxo, hotéis e no site da própria empresa. Os planos da feito Brasil para o futuro também incluem a exportação.

Peron destacou ainda o papel das mulheres no crescimento da empresa. “Não é uma bandeira de momento que estamos levantando. Temos 28 funcionários e 100% da nossa produção é feita por mulheres de Mandaguaçu. Essa é a nossa maneira de colaborar para que as mulheres ocupem seu espaço no mercado de trabalho”, afirma.

fonte www.brazilbeautynews.com

Sobre leivid

Graduado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas, Cristão, corredor, ciclista, apartidário, guitarrista, empreendedor, colecionador de Action Figures e blogueiro por hobby. CEO na SIGLOC (Empresa de Sistema de Gestão) e criadora responsável pelo site de Mandaguaçu.


Veja Também

Mandaguaçu proíbe o uso de narguilé em locais públicos

A Câmara Municipal de Vereadores, juntamente com o Poder Executivo aprovaram a Lei Municipal 1994/17 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *